Introdução

O transporte ferroviário tem um papel importante na economia nacional, mas atualmente, está a enfrentar vários desafios. A maioria das linhas existentes é afetada por fatores de envelhecimento e ações climáticas e, portanto, requer intervenções urgentes, mas, por outro lado, as solicitações impostas à sua capacidade de carga são cada vez maiores. É por isso, extremamente importante planear cuidadosamente as medidas de manutenção e reabilitação, e otimizar as intervenções de acordo com a sua relação custo/benefício.

Objetivos

O curso pretende proporcionar aos formados a aquisição de um conjunto de conhecimentos multidisciplinares, na área de reabilitação de vias férreas balastradas, teórico-práticos, enriquecidos pelas palestras dadas por personalidades reconhecidas nessa área, visitas de estudo e ensaios laboratoriais. Destaca-se também a utilização das ferramentas computacionais, quer nos estudos ligados à simulação do comportamento dinâmico da via-férrea e segurança dos passageiros, quer nos modelos de apoio à decisão. O foco da reabilitação será a utilização de novos materiais, tais como por exemplo os geossintéticos.

Os formados devem adquirir a capacidade de avaliar o estado atual da via-férrea, propor medidas de reabilitação mais eficientes e eficazes, e avaliar o seu valor aditivo em função de melhoramento do desempenho dinâmico da via. Os conhecimentos adquiridos proporcionarão uma formação complementar aos atuais Licenciados Pré-Bolonha, ou Mestres Pós-Bolonha. Destaca-se também a utilidade do curso aos alunos que terminem apenas o 1ºciclo do ensino superior.

Saídas profissionais

O curso pretende dar uma formação específica de utilidade para a economia nacional, o que permitirá aos formados aceder mais facilmente ao mercado de trabalho, melhorar a sua qualificação no seu posto de trabalho, ou prosseguir com programas de investigação.