A Bioestatística aplica a Estatística no estudo, desenvolvimento e investigação de várias áreas da Biologia, nomeadamente nas Ciências da Saúde, como por exemplo Medicina, Saúde Pública e Epidemiologia. No entanto, é preciso adicionalmente um saber interdisciplinar, que permita responder às modernas e complexas questões que cada vez mais se colocam no contexto da Saúde.

Este ciclo de estudos, único no País, tem como objetivo formar pessoas com conhecimentos e competências teóricas fundamentais em Estatística e com as competências práticas necessárias para aplicar corretamente os métodos estatísticos mais usualmente empregues na área das ciências da saúde. Permite ainda ganhar competências complementares, já que reune docentes de seis unidades orgânicas da Universidade NOVA de Lisboa, sendo as unidades curriculares basilares do programa de estudos lecionadas pelas instituições proponentes: Instituto de Higiene e Medicina Tropical (através da Unidade de Ensino e Investigação em Saúde Pública Internacional e Bioestatística) e Faculdade de Ciências e Tecnologia (através do Departamento de Matemática).

O Mestrado em Estatística para a Saúde compreende dois anos letivos (120 ECTS). Os alunos que no final do segundo semestre tenham completado 60 ECTS podem requerer o Diploma de Pós-graduação em Estatística Aplicada a Saúde.